O que faz os funcionários prosperarem

Nós tendemos a subestimar o valor de um empregado feliz. Funcionários felizes espalham positividade e incentivo e, o mais importante, tendem a permanecer por muito tempo.

Acontece que os funcionários felizes também são mais produtivos. Shawn Achor, especialista em felicidade, co-fundador e CEO da GoodThink e palestrante do TED Talk, diz:

“A maior vantagem competitiva na economia moderna é um cérebro positivo e engajado. O cérebro humano positivo tem uma vantagem injusta sobre o mesmo cérebro negativo ou neutro. Quando somos positivos, mostramos um aumento de 31% na produtividade. ”

A cultura da empresa está no centro da construção de relacionamentos positivos e da aplicação de um ambiente de trabalho saudável, e pode ser um diferencial importante no sucesso de sua organização. Então, que tipo de cultura empresarial traz o melhor das pessoas?

Em pesquisa encomendada pela Wrike, analisou-se funcionários em tempo integral no que diz respeito ao que os faz felizes no trabalho e como essa felicidade afeta sua produtividade e longevidade. Aqui estão alguns destaques:

A diversidade é uma obrigação

Não é surpresa que quanto mais diversificado for um escritório, mais felizes os funcionários. Trabalhadores mais felizes são 55% mais propensos a relatar uma maior diversidade em seus escritórios. Uma força de trabalho com diversas origens, experiências e culturas cria muito mais oportunidades para novas perspectivas e idéias. Além disso, estabelece um ambiente de aprendizado, crescimento e aceitação. Inclusão e igualdade são enormes testamentos para uma cultura feliz e saudável no local de trabalho.

Um propósito comum alimenta a prosperidade

Uma declaração de missão clara fornece aos funcionários a sensação de que eles estão contribuindo para algo maior e mais substancial para a empresa. Esse sentimento valida seu trabalho árduo e os motiva a buscar algo em que eles acreditam.

De acordo com a pesquisa, 85% dos trabalhadores mais felizes se identificam com a missão de sua empresa. Se não houver apoio por trás da missão, será mais difícil encontrar a felicidade no trabalho.

Aproximadamente 25% dos trabalhadores “infelizes” nem conhecem a missão de sua empresa. Sem um senso comum de propósito, é difícil para os indivíduos abraçarem o trabalho em equipe e a colaboração.

Felicidade afeta o modo como você trabalha com os outros

Os funcionários mais felizes têm relacionamentos mais saudáveis ​​com seus gerentes. Aqueles que relatam relacionamentos ruins com seus gerentes também são mais propensos a serem infelizes. Zero por cento das pessoas que são “exaltadas” com seus empregos têm um relacionamento “muito ruim” com seu gerente, o que nos lembra como os gerentes são críticos na felicidade do trabalhador.

Ajudando os funcionários a trabalharem de maneira mais feliz

Embora o relatório da pesquisa citada sugira que as pessoas estão mais felizes com seus empregos, vemos que há espaço para melhorias.

Valores como relacionamento, colaboração, propósito e diversidade podem ter mais impacto na felicidade do empregado do que as empresas imaginam. Ajudar as equipes a trabalhar melhor em conjunto e apoiar esses relacionamentos pode realmente influenciar a produtividade dentro e fora do ambiente de trabalho.

Fonte: Wrike